sábado, 22 de outubro de 2016

Coração leve

Tenho andado assim, com o coração levinho.
Com vontade de brincar na chuva, dormir agarradinha, vontade de beijo demorado e sussurro no ouvido.
De olhar o céu estrelado e fazer um desejo quando uma estrela cadente passar...
De sentir dois corações batendo em um só ritmo, do olhar demorado de quem quer ficar.
Tenho estado um pouco assim, com vontade de sei lá o quê, acho que tenho tido vontade de você.




terça-feira, 18 de outubro de 2016

Das rotinas diárias

Hoje choveu, foi rápido, mas refrescou um "cadinho" o resto da tarde... A Bruna brincou embaixo dessa água fria, eu observei e sorri, lembrei que também gostava de brincar embaixo da chuva...
Mais cedo me atrasei e fui para Universidade em outro horário, assisti um tico de aula, sabe como é vetores, Gram-Schimdt e por mais estranho que isso me soa eu gosto de Cálculos, não que eu seja boa, inclusive já tenho monitoria marcada com M, na sexta, um carinha bacana, cabeludo e inteligente, alias estou rodeada de gênios de várias idades, cores, tamanhos e me sinto contente por aprender com tanta gente interessante.
Ontem a Bruna arrancou outro dentinho, foi após a escovação, estou lendo Alice no País das Maravilhas sempre que posso antes dela dormir, imaginem ela pronunciando gato de Cheshire, queria eu engarrafar essa pronuncia e transformar em um tônico de fofura! Iria vender muitos tônicos.
Hoje pela manhã chegou uma notificação no celular, o bebê de uma grande amiga nasceu, saudável e com todos os dedinhos rs, parabéns I.
Arrebentei pipoca e comi um pouco, mas ainda prefiro com leite ninho...
Logo vou ao mercado, hoje é o dia em que compro frutas e outras coisinhas de feira, melancia me aguarde.
Hoje, eu vivo, sinto, poetizo.
Ontem, já passou.
Amanhã... Deixa para depois.



      

domingo, 2 de outubro de 2016

Agosto e Setembro foram assim...

"É você, só você
Que na vida vai comigo agora
Nós dois na floresta e no salão
Nada mais
Deita no meu peito e me devora..."

     E você
   Tribalistas 





Olá pessoas que me leem, como vão?
Nos últimos dois meses não fiz muita coisa diferente.
Assisti dois filmes bem interessantes.

  • A Espuma dos Dias 
  • O Fabuloso Destino de Amélie Poulain
O primeiro filme é uma obra surreal, visualmente falando. Pretendo falar sobre o mesmo por aqui.
O segundo filme eu assisti faz muito tempo, e deu vontade de rever e posso dizer que o encanto é o mesmo, recomendo muito.
Em termos de leitura eu estou até bem ativa, os livros que li foram:
  • Alice no País das Maravilhas - Lewis Carroll
  • Viagem ao Centro da Terra - Julio Verne
  • Faça Boa Arte - Neil Gaiman
  • A Vida Peculiar de um Carteiro Solitário - Denis Thériaut 
  • Em Busca de um Homem sensível - Anaïs Nin   
Tenho ouvido muitos cantores brasileiros como Seu Jorge, Criolo, Marisa Monte, Marcelo Jeneci.
Levei a Isabela no cinema para ver Esquadrão Suicida. Gostei bastante da trilha sonora do filme e confesso que fiquei um pouco chateada com a romantização que deram ao relacionamento da Arlequina e o Coringa.
O copinho do cinema virou porta maquiagem ^^

Fiz pão recheado e a massa está cada vez melhor


Comprei três livros em promoção nas Americanas, paguei cinco reais em cada


Então é isso pessoas, e vocês o que tem feito? Tem vivido ou apenas existem?











                                                                                                                   Agosto e Setembro de 2016

sábado, 10 de setembro de 2016

Changes

O livro escolhido da vez para ler em meu trajeto para Universidade foi Alice no País das Maravilhas, eu ainda não tinha terminado a leitura do mesmo por vários motivos, mas deu vontade então resolvi ler, e não me arrependi. Quando eu era criança eu vi a animação da Disney e me lembro de ter achado tudo muito louco, minha opinião não mudou rs, mas tendo uma visão de adulta eu me diverti muito com a leitura, sem contar toda a parte reflexiva que o livro traz.

- Poderia me dizer, por favor, que caminho devo tomar para ir embora daqui?
- Isso depende muito de onde quer ir - respondeu o gato.
- Para mim, acho que tanto faz... - disse a menina.
- Nesse caso, qualquer caminho serve - afirmou o gato.

Um dos meus diálogos favoritos, e é bem verdade isso, também já estive nessa berlinda, de não saber para onde ir, e só caminhar...
O que mais me chamou atenção na estória de Alice foram as mudanças que a menina passa, e na minha vida estou passando por tantas mudanças, é como se eu estivesse deixando uma outra pessoa e recomeçando, com outras convicções, ideias, filosofias. Uma reencarnação em vida.
E por incrível que pareça não estou com medo.
Voltando ao assunto Universidade, só tivemos duas aulas nesse dia, o que me deu mais tempo para viver rs.
Viver, como Polhyanna um dia falou para sua tia Polhy, e não ficar apenas cumprindo a lista de deveres, e nessa jornada minha me deparo com essa versão de Changes, que confesso estou VICIADA! Sim gritante, grande, ao ponto de ouvir várias vezes seguida e dançar ao ritmo cadenciado da melodia.
A canção também fala de mudanças, universo seu lindo trazendo até trilha sonora para o meu momento. 


  

sexta-feira, 2 de setembro de 2016

Uma quinta qualquer...

Ontem  eu acordei atrasada, como sabia que iria para Universidade em um ônibus diferente do que vou todos os dias, e que esse ônibus demora muito no trajeto decidi levar um livro para ler no percurso, contando com a possibilidade de enjoar, as vezes isso acontece...
Não enjoei \o/, além de ler o livro Faça Boa Arte do Neil Gaiman eu pude observar a paisagem, começando pela banda da base aérea da minha cidade, que estava tocando em frente ao Palácio da Cultura, achei bacana ver tantos jovens fazendo algo produtivo.
Passei por bairros que me eram desconhecidos, vi pessoas, vi pássaros voando no céu, árvores, construções... Enfim, a vida que pulula frenética em uma manhã de quinta-feira.

Voltando ao assunto livro, a arte do mesmo é uma graça, e o assunto abordado é na verdade um discurso que Gaiman fez para formandos de Artes na Filadélfia, a forma em que foi escrito, com um grupos de frases em cada página nos dá a sensação de que estamos ouvindo o discurso, e cada página conta com uma cartela específica de cores, as mesmas da capa e a disposição dos textos mudam, tornando a leitura bem suave e lúdica.

Aplausos ao final do livro ^_^



Terminei a leitura rápido, inclusive cochilei antes de chegar no meu destino.
Na Universidade conversei bastante com um dos meus professores que me aconselhou, na verdade me incentivou a não trocar de curso, foi uma boa conversa, me senti acolhida.





 



quarta-feira, 17 de agosto de 2016

Coisas de julho

"Não temos passado
Não queremos voltar no tempo
Vamos ficar animados a noite inteira"

  All through the night
     Cyndi Lauper



Acabaram-se as férias... :(
Neste mês que passou eu assisti séries como:
Stranger Things, e sim, é muito boa!
The Big Bang Theory
Gilmore Girls
Li um suspense bacanudo

Saí com as meninas
Dormi muito
Ouvi muita música boa, anos 80
Comprei chá
 E guardei nessa lata fofa

Humm, chá de camomila é bom...
Se lembram que minha tv estragou? As meninas ganharam uma baby tv.

 Comprei uma saia preta com listras brancas, e uma outra com uma estampa que lembram folhas.
Meu cabelo voltou a ser preto, a cor natural é castanho claro mas não gosto. E está chegando na cintura \o/
Já contei que ouvi muita música boa?


Linda Cyndi, diva!





                                                                                                                                          Julho de 2016

domingo, 14 de agosto de 2016

Leituras # 6

Terminei a leitura de Vida e Morte, e não tenho muito o que dizer. Não foi uma total perda de tempo no final das contas pois gosto de encontrar algo bom em tudo. Edythe é uma personagem sem muitos atrativos e no meu ponto de vista um pouco masculinizada da mesma forma que Beau é afeminado, digo isso ao olhar para a proposta do livro e essa não era a intenção então não ficou legal. O final é diferente do livro Crepúsculo o que era de se esperar pois Vida e Morte não tem continuação. Bom continuo achando que o livro foi um tiro no pé, até mesmo como entretenimento por ter sido mal escrito inclusive com erros grosseiros como troca de gêneros por exemplo, tem uma parte em que Beau é descrito como ela...
É isso, não tenho mais nada para acrescentar em relação a essa leitura.