quinta-feira, 26 de fevereiro de 2015

Sobre borboletas no estômago

Eu não compreendo essa expressão, acho que nunca senti
Não que eu não tenha me apaixonado, mas borboletas no estômago?
Já senti frio na espinha, náusea, mãos suando frio, coração acelerado, senti até mesmo um baita nó no estômago, se existiu alguma a pobre atolou...
Mas essa coisa de borboletas no estômago me perdoem os românticos mas acho que é só firula, para enfeitar e tornar fofinho essa coisa que é se apaixonar, é o mesmo que dizer que é bom dormir de conchinha
tisc, tisc, não mesmo! Uma meia hora nessa posição e já penso que dói tudo, tem um tal desconforto constrangedor, mas em nome de sei lá quem a pessoa fica ali firme e forte, mesmo que sinta formigamento nos braços, dor nos ombros e todo o restante dormente...
O amor, a paixão e a rotina é assim sem borboletas e sem conchinha, é poder virar cada um para o seu canto e dormir feliz, confortável sabendo que pode ser você mesmo, sem constrangimento, fingimento e coisa e tal. É resistente e firme como as coisas feitas artesanalmente e com boa matéria prima. Nada de ficar "ai meu estômago tem borboletas".
Ou talvez sou eu que vejo e sinto as coisas de outra forma..
Enfim, escrever de madrugada resulta nessas coisas mesmo, de madrugada e com azia, de madrugada com azia e de saco cheio de muita coisa.
Talvez borboletas no estômago e dormir de conchinha seja natural para mulheres fofas, enquanto que as ogras sintam azia...

   

5 comentários:

  1. Huahuahuhauhaua... Também não entendo essa de borboletas no estômago ou de ouvir sinos quando se beija. Acho que eu sou meio ogra então.

    ResponderExcluir
  2. As borboletas que vivem em meu estômago mais estranhas: elas fazem bate cabeça. É um calafrio atrás do outro quando vou encontrar algum platônico meu (sim, sofro de platonice antecipada)
    | A Bela, não a Fera |
    | FB Page A Bela, não a Fera|

    ResponderExcluir
  3. Me identifiquei um pouco com o seu texto Carolina, talvez por não me considerar uma pessoa muito romântica, rs..

    Tenha um bom fim de semana :)
    Um abraço..

    ResponderExcluir
  4. Eu já senti. É como se algo estivesse zanzando pelo seu estômago inteiro.
    Mas é uma sensação horrível em meio uma imensidão de felicidade...


    http://passaro-de-inverno.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Boa noite querida Carol..
    muitas vezes é modinha que as pessoas criam...
    ser romantico é maravilhoso... mas não chega a isso de sentir certas sensações.. sensações se sente quando se ama e há a entrega no beijo.. há doçura na alma.. geralmente as pessoas buscam tudo, menos a alma da outra pessoa.. dai vem sensações não lá muito boas.. que tudo apenas flua ao normal.. pq assim é o ritmo da vida.. assim deve ser o amor.. beijos e uma linda noite

    ResponderExcluir